Como o vinagre pode ajudar a emagrecer? Resumo Simples e Prático

O vinagre pode ajudar a emagrecer?

 

Não vamos sugerir que você troque o limão pelo vinagre, já que essa fruta possui dezenas de benefícios para a saúde. Mas não deixe de experimentar também começar a utilizar mais vinagre.

O vinagre é um alimento que também oferece vários benefícios para o organismo, dentre eles o do emagrecimento. De maneira irônica, um produto produzido a partir do álcool etílico, aquele mesmo ultra calórico, ajuda a perder peso.

 

Como nosso corpo trabalha quando comemos?

 

Quando fazemos a primeira refeição do dia, geralmente o café da manhã, o ideal é que ela seja bem reforçada, já que passamos horas se comer enquanto dormimos. O corpo precisa de energia para que o metabolismo funcione bem ao longo do dia.

Assim que começamos a comer, o carboidrato presente nos alimentos começa a ser convertido em glicose que cai em nossa corrente sanguínea. Porém, a glicose não pode permanecer ali, sendo necessário que ela entre nas células.

E o hormônio responsável por isso é a insulina, produzida no órgão pâncreas. Porém, quanto mais glicose estiver presente no sangue, mais insulina é produzida, e isso faz com que rapidamente ela seja jogada para dentro das células.

Por alguns momentos, passamos por um quadro de hipoglicemia, e quando o nível de açúcar baixa, o sistema nervoso já envia um sinal para que a pessoa coma mais. E é por isso que quanto mais carboidratos de alto índice glicêmico a pessoa comer, mais necessidade sentirá de comer mais e cada vez mais.

Tá, mas onde o vinagre se encaixa e como ele pode ajudar a emagrecer?

 

Como o vinagre pode ajudar a emagrecer?

Na verdade, o vinagre não atua propriamente dito no metabolismo. Ele não ajuda a queimar gordura, mas ajuda a diminuir a quantidade de glicose no sangue.

Quando ingerimos o vinagre, algumas de suas propriedades fazem com que mais glicose seja enviada para as células, impedindo assim que o nosso sistema nervoso envie sinais para que mais insulina seja produzida. Isso evita o chamado pico de insulina e impede que a pessoa sinta fome quando na verdade não deveria.

De um modo, isso faz com que menos gordura seja armazenada nas células adiposas, já que há menos insulina atuando no corpo.

Além disso, o vinagre é responsável por bloquear a ação de algumas enzimas que digerem os carboidratos. Ou não necessariamente bloqueiam sua função, mas desaceleram a velocidade de trabalho.

Isso faz com que boa parte dos carboidratos não seja digerida, e sendo assim, a glicose não é liberada no sangue. ou seja, não há conversão do carboidrato em açúcar e isso ajuda a pessoa a perder peso.

É bom ressaltar também que o vinagre possui excelentes propriedades para a saúde, como:

  • Previne doenças como o Diabetes, já que há redução de glicose no sangue;
  • Melhora o funcionamento do fígado, garantindo uma melhor desintoxicação no organismo;
  • Reduz a oleosidade cutânea, consequentemente diminuindo a formação de acne;

Ainda assim, não é recomendado que o consumo diário ultrapasse a quantidade de duas colheres de sopa.

E, infelizmente, nem todas as pessoas podem consumir o produto. Pessoas com problemas estomacais como úlcera, gastrite e refluxo não podem consumir o vinagre.

Somente o uso do condimento não irá garantir um emagrecimento saudável. Por isso, o recomendado é sempre aliar uma dieta saudável aos exercícios físicos para ter um máximo de aproveitamento.

Se você gostou do artigo de hoje, deixe a sua curtida abaixo, e não se esqueça de compartilhar essas informações em suas redes sociais! Fique de olho em nosso blog para acompanhar os próximos artigos. Faça uma boa alimentação e até breve!

Por que não é recomendado cortar os carboidratos da dieta?

Por que não é recomendado cortar os carboidratos da dieta?

 

É muito comum que as pessoas cortem carboidratos da dieta no intuito de perder peso. Porém, isso é um dos maiores erros que alguém pode cometer.

Cortar totalmente os carboidratos do organismo pode fazer não só com que a pessoa não consiga perder peso como ainda ganhe mais peso.

Isso parece estranho, não é? Afinal, o senso comum diz que carboidratos engordam, e se você não come aquilo que fornece calorias em excesso o esperado é perder peso.

Mas não é assim que funciona, e hoje vamos explicar para você porque isso acontece!

 

Por que não podemos cortar os carboidratos da alimentação?

 

Primeiro, é importante entender que o nosso corpo pode ser comparado a uma máquina. Para que ela funcione, todas as peças devem estar em harmonia, reguladas e calibradas.

A mesma coisa funciona com o nosso corpo. Não adianta praticar exercícios e não se alimentar bem, ou se alimentar bem e ser sedentário.

E mesmo para quem se alimenta bem, não adianta restringir grupos alimentares. É muito importante manter uma dieta rica e equilibrada em carboidratos, proteínas, gorduras saudáveis, vitaminas, minerais, fibras, etc.

Portanto, o principal motivo pelo qual você não deveria cortar o carboidrato da alimentação não é por não perder peso, e sim por cortar a principal fonte de energia do organismo, além de desequilibrar a dieta.

E, para que você entenda porque isso pode ser prejudicial, continue lendo abaixo!

 

Por que cortar o carboidrato pode não ajudar a emagrecer?

Como dissemos, os carboidratos são as principais fontes de energia do nosso organismo. Se cortarmos essa fonte de energia, o corpo obrigatoriamente precisará encontrar outra fonte.

A primeira coisa que nosso organismo faz é buscar essa energia nas gorduras. E aí você pode pensar: “Ah, mas então isso ajuda a perder peso, parece ser saudável e facilita o processo de emagrecimento”. Mas não funciona assim.

A quebra da gordura utilizada como fonte de energia libera corpos cetônicos no organismo, substâncias que quando estão em uma concentração mais alta podem ser tóxicas. Uma delas, por exemplo, é a acetona. Sim, a mesma acetona utilizada para remover esmalte das unhas!

E, caso o estoque de gordura não seja o suficiente, o corpo começa a retirar a energia das proteínas. E aí sim você vai criar um grande problema para o seu corpo, por dois motivos.

O primeiro deles é que você estaria quebrando massa magra. Perder peso é uma coisa, mas perder massa magra é bem diferente. Isso significa quebrar a musculatura. Quem quer perder peso precisa ganhar massa magra, e estaria acontecendo exatamente o contrário.

O segundo motivo é um pouco mais danoso ao organismo. A quebra de proteínas libera uma substância que se converte em amônia, e que posteriormente será convertida em uréia para que seja excretada na urina.

Se a concentração for muito alta, a pessoa pode criar sérios problemas de saúde e até mesmo sofrer com a falência renal, além de prejudicar outros órgãos vitais.

É por isso que é tão importante consumir muito mais água do que o recomendado diariamente quando a pessoa inicia uma dieta baseada em proteínas apenas. Se o consumo de água não for alto o suficiente, a amônia começa a se acumular e pode causar sérios danos ao organismo. A Dieta da Proteína é de longe a mais saudável e não é recomendada, mas, caso você decida seguir ela, não deixe de consumir muita água!

Se você gostou do tema de hoje, não se esqueça de deixar sua curtida abaixo e de compartilhar essas informações em suas redes sociais! Até o próximo artigo!